sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Soldadinhos Adippe e Formigas Camponotus em São Paulo

Olá Cesar!

Essas formigas estão juntos desses insetos, acho que são pulgões numa Lauracea.
É um mutualismo entre ambos? Pois as formigas não estava atacando.

Edu de São Paulo, capital.
Sim, Edu, há uma relação de mutualismo, onde as formigas se agradam das substâncias açucaradas produzidas por cigarrinhas e pulgões, enquanto estes se beneficiam da "proteção" oferecida pelas formigas. Mas eu creio que estes sejam ninfas de alguma espécie de soldadinho (Auchenorrhyncha: Membracidae), infelizmente, parece não haver nenhum adulto junto. As formigas, devem ser Camponotus sp. (Formicidae: Formicinae: Camponotini).

Atualização Out./2.017 - Edu: Bom dia César! Olha como eles estão agora:
O curioso é que mesmo com os adultos, tão distintos, ainda fica grande dúvida. Eles são extremamente semelhantes aos  Notogonioides (Smiliinae: Polyglyptini) do Marquinhos, só que não têm o "chifre".

Oliveira (2014), com a agradável surpresa de ver a foto do Marquinhos mais fotos da Kel, os identifica como N. erythropus, mostra ninfas bem semelhantes às suas e trata da variação da morfologia do pronoto, mas não há exemplares como este. A minha questão é: Pode a elevação se reduzir a ponto de ser ausente? Minha tese é de que este é o caso.


Atualização Jul./2.018 -Andressa Figueiredo de Oliveira: Olá! A espécie das fotos na verdade não pertence a Notogonioides, e, sim, Adippe alliacea, como você bem apontou pela ausência de chifre. Mas, realmente, a coloração é muito semelhante (com exceção dos pontos no processo posterior do pronoto, que, como mencionado na descrição, nunca ocorrem em N. erythropus ). Pela diagnose, em Notogonioides, o pronoto se apresenta pelo menos com alguma angulação.

Essa espécie em questão é realmente bem confusa, e tenho minhas dúvidas quanto à sua classificação. Futuramente, pretendo revisar o gênero Adippe, e certamente haverá mudanças. Enquanto isso, Adippe alliacea 😊

Nenhum comentário:

Postar um comentário