terça-feira, 15 de janeiro de 2019

Acidente com Lagarta-Cachorrinho em Santa Catarina

Salve amigos do insetologia sofri um acidente com a amiguinha das fotos e queima muito apesar do contato minímo fui ao médico e estou medicado mas não tem analgésico que pare a dor estou tomando anti-histamínicos e corticóides, o médico amenizou afirmando não ser venenosa .Mas gostaria da avaliação de voces obrigado.
Antonio Carlos Mello, de Santa Catarina.
Antonio, eu até concordo com o médico ao dizer que a lagarta não é venenosa, o termo não me parece adequado para lagartas com cerdas urticantes, mas isto não ameniza muita coisa, a queimação é causada por que houve inoculação de toxinas pelas cerdas rígidas desta lagarta, escondidas sob o pelo aparente. Esta é uma Megalopygidae, só que parece haver uma confusão com estas lagartas que precisa ser resolvido com urgência, inclusive aqui, por que ela está identifica como Podalia orsilocha (ou orsilochus) em muitas fontes, mas estão me parecendo mais confiáveis as que a tratam como Megalopyge albicollis (1, 2). Vou buscar ajuda, quem souber algo sobre, por favor, comente.

Estas lagartas são frequentemente chamadas por nomes de mamíferos, como cachorrinho, gatinho, Neymar Jr. e Donald Trump.

Besouro Histerídeo no Ceará

Boa tarde César. Eu moro em Fortaleza/CE e andou aparecendo uns insetos no meu apartamento e gostaria de identificar eles! Esse inseto pequeno, ele voava muito rápido e em volta da pessoa! Grata, desde já!
Mariana Fortuna.
Este parece ser uma Hololepta sp. (Histeridae: Histerinae: Histerini). Esta é apenas a segunda postagem do gênero e a terceira da família.

Gorgulho no Paraná

Olá novamente, poderia dizer qual inseto seria nas imagens?ele tinha aproximadamente uns 3 mm, lembrava um pouco uma joaninha de costas.. moro em Foz do Iguaçu, Paraná. Muito obrigado!
Augusto Simão.
Este é um gorgulho ou besouro-bicudo da família Curculionidae. Embora eu não assegure, e tenho a impressão de que muitas espécies possam ter migrado de gênero, mas tenho o palpite de Atractomerus sp. (Anthonominae/Curculioninae: Anthonomini).

Besouro Pulga Alagoasa em Minas Gerais

César, essas belezuras são de Divino MG
Damiria Machado.
Este parece ser um besouro-pulga (Chrysomelidae: Galerucinae: Alticini), e deve ser Alagoasa libentina (libertina me parece ter sido transcrito errado 1, 2).

Mutuca Dichelacera no Rio de Janeiro

Cesar, dá para identificar esta mutuca que eu fotografei em Nova Friburgo, RJ, em 01/01/19?
Cláudio Martins de Souza.
Esta é uma fêmea de Dichelacera sp. (Tabanidae: Tabaninae: Tabanini), que já tínhamos umas quatro ou cinco postagens com ela e, por ser uma das primeiras postagens no Insetologia, fotografei dentro de casa bem antes de começar, eu diria que é uma das responsáveis pelo meu interesse em começar este trabalho. E agora, através de um artigo que eu já tenho desde 2016 e não tinha dado a devida atenção, eu creio que consegui sua espécie, D. alcicornis.

Lembrando aos leitores que fêmeas como esta picam e sugam sangue.

Lepidópteros de Minas Gerais

César, essas belezuras são de Divino MG
E uma pegou carona no meu chapec.
Damiria Machado.
A mariposa deve ser Hyperchiria incisa (Saturniidae: Hemileucinae), e a borboleta é extremamente semelhante ao ninfalídeo postado ontem, mas nesta eu vou de Placidina euryanassa (Nymphalidae: Danainae: Ithomiini).

Pequena Mariposa e Larvas no Espírito Santo

Cesar, imagina uma formiga soltando um peido; é o tamanho que essa mariposa tem.
Kel de Cariacica, Espírito Santo.
Pra isso, eu preciso saber qual a formiga, pois o tamanho da flatulência pode variar muito de acordo com o tamanho da formiga e a sua dieta. Esta mariposa parece ser uma Pyraloidea e o grupo dentro disto que mais produz espécies semelhantes é Pyralidae: Phycitinae, mas elas podem pertencer a outros grupos, como Gelechioidea. Sabe dizer qual a planta hospedeira?

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

"Coisas" em roupas em São Paulo

Olá! Me chamo Lucilene . Já alguns meses encontrei isso em algumas roupas limpas e guardadas em um armário novo. Antes eles não estavam por aqui . Mesmo lavando as roupas isso, que creio ser um bichinho, não desgruda. Gostaria que me ajudassem a descobrir o que é isso é como eliminá lo. Obrigada
(...)
Olá! Obrigada pelo retorno. Não se parece com nenhuma das fotos que vc me enviou (traças-de-roupas). Sou de Ribeirão Pires, São Paulo. O que fica na roupa é um tracejado, e não solta do tecido. Tem que se esfregar muito pra conseguir tirar alguns. Vou tentar tirar uma foto melhor e reenviarei.
Lu Albino.
Por enquanto, não tenho outro palpite. Estou postando e pedindo aos leitores que, se tiverem algum palpite, deixem nos comentários.

Besouro Fulcidax no Piauí

Olá Cesar, encontrei hoje um besouro muito bonito, com um coloração azul e detalhes em negro, gostaria de uma identificação, seu aparelho bucal estava difícil de observar pois quando o virava para observa-lo se fingia de morto e se encolhia, estou em dúvida se era um Buprestidae ou um Corculionidae. Foi encontrado em Floriano, Piauí .
Alair Neto.

Este é realmente difícil, por que é um bicho um tanto "monstruoso", não se parecendo com seus familiares. Esta é uma Fulcidacini ou Chlamisini sp. (Chrysomelidae: Cryptocephalinae), os gêneros semelhantes a este nos resultados de pesquisa são Chlamisus (218) e Fulcidax (= Ploropleura; 4), número de espécies obtidos no CTFB. Mas pelo menos a grande maioria das Chlamisus não parece ser tão semelhantes, e dentre as Fulcidax eu isolaria F. coelestina e F. monstrosa. Chamorro-Lacayo & Konstantinov (2009) ajuda a separar estes gêneros.

Besouro Pelidnota em São Paulo

Fala Cesar, blz? Encontrei esse besouro e o achei bem parecido com esse do post acima mas me parece que há uma diferença no desenho da asa, poderia me ajudar na id por favor?Campos do Jordão - SP em 12/01/19.
Alex S. Rosa.
O link daquela postagem quebrou, ele se parece com um outro no Flickr com o mesmo palpite, Pelidnota chlorana (Scarabaeidae: Rutelinae: Rutelini). Aquele continua se parecendo com outras imagens da espécie, mas ela talvez não ocorra no Brasil. Este deve ser uma outra espécie do mesmo gênero, talvez  uma forma clara de Pelidnota semiaurata citripennis