quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Sobre as postagens

     Pessoal, por problemas com internet, não posso postar os pedidos pendentes, o formulário de envios está bloqueado para novos pedidos, não sei se poderei postar amanhã ou depois, espero que o problema não persista. Acabo de publicar o pedido salvo em rascunho, por enquanto, a princípio, não poderei receber novos pedidos.
     A página no Facebook continua funcionando, mas não posso responder por lá aos pedidos.

Cesar

Ácaros Oribatidas no Rio de Janeiro

Olá tenho uma composteira e hoje reparei que tem aos milhares desse inseto não consegui identificar que tipo é ele. Poderia me ajudar ? Estou enviando a foto em anexo
Rafael Menezes Andrade de Volta Redonda, Rio de Janeiro.
      Rafael, estes bichos não são insetos, mas aracnídeos. Tratam se de ácaros (Arachina: Acari: Acariformes). Sierra Worm Compost diz que eles são o segundo invertebrado mais comum em compostagens.
     Você pode ver imagens semelhantes à sua em Vermicomposters e Worm Composting Help. No primeiro, se diz "ácaros marrons não são um problema em uma composteira. Às vezes, existem centenas, e às vezes quase nenhum. Se você encontrar muitos milhares de ácaros, pode ser uma indicação de que a caixa está muito molhada e muito ácida.
     No segundo: "Enquanto os ácaros brancos e marrons, que são aproximadamente do tamanho de uma cabeça de alfinete não são uma ameaça para as minhocas como predadores, eles competem com elas para se alimentar. Se o seu número aumenta dramaticamente, isso pode elevar o custo da alimentação. Nós não tivemos esse problema ainda e realmente não há muitos ácaros brancos e marrons em nossas comnpostagens. Por isso, costumo os deixamos em paz."

Lagarta Arctiínea no Rio Grande do Sul

Olá Cesar,
Esta ainda não é a verde que eu tinha comentado, mas um tipo novo.
Ele estava no meu vaso de Manjerona.
Enquanto não consigo fotografar a outra, vai desta.
Gostaria, mais uma vez, de saber se é muito perigosa.

Mais uma vez obrigado e parabéns pelo tgrabalho.

Abraço
Fabrício Pessôa de Porto Alegre, Rio Grande do Sul.
      Fabrício, esta é mais uma Erebidae: Arctiinae, provavelmente uma Spilosoma ou algo próximo disso. Elas não são referidas como lagartas urticantes, mas de qualquer forma é bom evitar contato, mesmo por que, algumas pessoas podem ser alérgicas ao pelo delas. A Base de Dados de Plantas Hospedeiras registra apenas um piralídeo pra manjerona, e este não é o caso.

Aranha Lobo em Minas Gerais

Gostaria de saber qual o tipo e se é venenosa esta aranha que encontramos no tapete da porta de uma casa no interior de Minas - em Piedade dos Gerais.
Luciana de Belo Horizonte, Minas Gerais.
     Luciana, esta é uma fêmea de aranha-lobo da família Lycosidae, bom tomar cuidado pra evitar acidentes, principalmente com crianças, mas ela não é perigosa, provoca no máximo uma ferida local.

Larva de Mariposa Falcão em Minas Gerais

oi gostaria de uma ajuda a identificar essa especie de lagarta foi encontrada numa arvore na qual nao me recordo o nome.
obg
Marie de Itapema, Santa Catarina.
      Marie, vou te dever por enquanto um nome de gênero, esta é uma larva de mariposa-falcão da família Sphingidae, muitas espécies produzem larvas verdes semelhantes a esta, com a planta hospedeira talvez possamos chegar em um bom palpite.

Mosquitão Tipulomorfo na Bahia

Bom dia encotrei esse inseto gigante morto hoje pela manha no meu quarto
Elder de Salvador, Bahia.
      Elder, este é um mosquitão da infraordem Tipulomorpha, as marcas das asas combinam com algumas Tipula spp. (Tipulidae). Estes bichos se alimentam de seiva vegetal e não representam perigo algum.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Formigas de Minas Gerais

Oi Cesar! Trago hoje formigas, também fotografadas na cidade de Rio Acima, aqui em MG. 

As duas primeiras fotos trata-se da mesma formiga.



A terceira parece uma formiga dourada - Camponotus sericeiventris ??


A ultima é menor do que as anteriores e estava só, não vi outras da espécie por perto.

Davidson Moreira de Contagem, Minas Gerais.



     Davidson, ficou bacana estas formigas juntas. A primeira é uma formiga-tartaruga Cephalotes sp. (Formicidae: Myrmicinae: Cephalotini). São formigas que não se envolvem em confusão, as operárias maiores defendem a entrada do ninho, um pequeno orifício, bloqueando com a cabeça ao invés de enfrentarem as invasoras. Elas são também conhecidas por "planar", controlando a direção da queda.
     A segunda é uma Camponotus sp. (Formicinae: Camponotini), não sei mais se podemos garantir que C. sericeiventris, mas creio que seja o melhor palpite.
     A última, eu creio que seja uma formiga-de-novato Pseudomyrmex sp. (Pseudomyrmecinae: Pseudomyrmecini). Elas são o oposto das tartarugas, são formigas agressivas, que defendem em grupo seu ninho nas árvores furiosamente, sua picada causa muita dor e inflamação.

Aranha de Grama em São Paulo

Esta é a terceira aranha que encontro dentro de casa, gostaria saber que aranha é esta e se é venenosa
Reginaldo Rodrigues de Lemes, São Paulo.
     Reginaldo, este é um macho da aranha-de-grama Lycosa erythrognatha (Lycosidae), bom tomar cuidado principalmente se tiver crianças, o veneno é necrosante e ativo em humanos, mas não é muito potente, causando no máximo uma ferida local, sendo considerada aracnídeo de importância médica no Brasil apenas pelo número de acidentes, por ser esta uma espécie comum em ambientes urbanos. Recomendo que simplesmente a colete e libere no mato.

Percevejo Largus em Minas Gerais

Olá, César!
Encontrei esse bonito em área urbana, perto de uma mata. Tem cerca tem 2cm. É um percevejo? Pode identificar?
Obrigado
Matheus de Alfenas, Minas Gerais.

     Matheus, este é um percevejo da família Largidae. Creio que a mesma espécie já estava registrado aqui duas vezes com o palpite de Largus sp., pelo exemplar da Esalq, agora dá pra dar palpite de espécie, L. humilis.
     Posso te fazer uma pergunta de curioso oque sou? Seu endereço tem mudado, ele reflete apenas a localização do bicho ou você está mesmo em Minas?

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Opilião no Rio de Janeiro

Prezado César,
Moro em um bairro novo e de acordo com os pedreiros das obras em torno da casa, existem muitas aranhas e escorpiões na região, devido principalmente a entulho de obra não retirado. Na minha casa sempre aparecem as aranhas de jardim, as quais identifiquei no site. Porém uma noite minha esposa matou esta embaixo, no chão, do berço do meu bebê. A aranha foi pisada e morta, mas acho que dá para identificar pelas pernas e abdômen .Me parece a marrom, poderia por gentileza confirmar???
Um forte abraço.
Jose Esteves de Resende, Rio de Janeiro.
     Jose, a descrição da sua vila é a mesma da minha, principalmente há pouco mais de dois anos. A quantidade enorme de bichos que entravam em minha casa me despertou maior interesse em entendê-los, logo nasceu o Insetologia.
     Quando morto, este bicho não deixou um odor no quarto? Ela nem sequer é uma aranha, mas uma inofensiva fêmea de opilião (Arachnida: Opiliones), aparentemente Gonyleptidae (Laniatores). Pra se defender, eles produzem mal cheiro, às vezes deixam uma perninha pra trás; não picam e não têm glândulas de veneno. Estes bichinhos são predadores, normalmente de invertebrados de corpo mole e, ao mesmo tempo, são os únicos aracnídeos que podem também se alimentar de fungos e matéria vegetal. Podem tranquilamente ser coletados e devolvidos à natureza.