segunda-feira, 24 de abril de 2017

Barata Cascuda em Santa Catarina

Olá, encontramos na calçada de casa aqui na cidade de Caçador, Santa Catarina, o que parece ser um tipo de barata, já que vi fotos parecidas em sites falando de baratas. Agradeço antecipadamente sua ajuda na identificação deste bicho.
Edison Costa Porto.
Edison, esta é uma barata-cascuda ou barata-da-terra Parahormetica cf. bilobata (Blaberidae: Blaberinae), um machinho.

Gongolo em São Paulo

Ola Cesar, tudo bem? Estava limpado a calçada e encontrei esse bichinho. É uma lacraia venenosa? Não quis chegar muito perto, tinha uns 6cm e bem grossa.
Bianca Vicentini de Americana, São Paulo.
Bianca, esta não é uma lacraia ou centopeia (um par de perna por segmento), mas um piolho-de-cobra, embuá, gongolo da classe Diplopoda (dois pares de pernas por segmento), eles não picam. Não consigo ir longe, mas a ordem é Polydesmida, um grupo bem diverso morfologicamente.

Vespa Parasitoide Brachymeria em São Paulo

Oi Cesar, essa vespa saiu da pupa de Actinote. Apenas uma, pesquisei e se parece com Brachymeria. Também tenho o registro de parasitismo de Conura em Brassolis, se quiser eu envio as fotos aqui. Abraço

Santiago Dos Santos de Bragança Paulista - SP
Concordo com Brachymeria sp. (Chalcididae: Chalcidinae). Não é a única que parece combinar em padrões de manchas, mas encontrei registro de B. mnestor em Actinote. O artigo ainda diz que:
Em maio de 2005, uma pupa foi parasitada e uma única fêmea de Brachymeria mnestor (Walker 1841) (Chalcididae) emergiu (Figuras 2, 3). Este é o primeiro registro de parasitóides calcidóideos associados a Actinote. 
Brachymeria mnestor é frequentemente criada a partir de espécies de pupas lepidópteros nas famílias (...) (Noyes, 2003). É uma das espécies de Brachymeria mais comuns no Brasil; (Gil-Santana & Tavares, 2006)

Percevejo Predador em São Paulo

Cesar, estou deixando aqui a foto desse predador "apagadinho". Tem como chegar ao gênero? Rio Claro-SP
TaMi Miranda.
Eu sabia que já o tinha visto antes, mas deve ser por causa do 046 da Esalq, não identificado. Por enquanto, também não tenho uma boa identificação.

Provável Escorpião-Vinagre no Mato Grosso

Olá. Sou de Rondonópolis-MT, apareceu um inseto estranho na garagem da minha casa e não faço ideia qual seja, ele tinha uns 10 cm de tamanho. Peço a ajuda de vocês para me ajudar a identificar, a foto não ficou muito boa, pois estava a noite e eu fiquei com receio de chegar muito perto. Rs.
Jeferson Moreira Miranda de Rondonópolis, Mato Grosso.
Jeferson, aparentemente a criatura na imagem é um aracnídeo não um inseto, mas a medida é em centímetros mesmo? Não vejo o "rabinho", mas talvez seja uma Mastigoproctus sp. (Uropygi/Thelyphonyda). Se mexer com ele, ele pode dar uma "morder" com os palpos e expelir "vinagre" pelo flagelo abdominal. Não são peçonhentos como aranhas e escorpiões, não transmitem doenças como carrapatos ou ácaros.

Percevejos de Renda

Oi, legal seu site!

Gostaria de ajuda p identificar esse inseto
Q está atacando meu pé de Berinjela, em Porto Alegre/RS

Obrigada
Livia Ghanem.

Este é um percevejo-de-renda ou percevejo-rendado da família Tingidae (=Tingitidae), embora eu não garanta a espécie (talvez se conseguir imagens do bicho com maior resolução), o único que encontrei ocorrência na berinjela é Corythaica cyathicollis (Tinginae: Tingini), adulto na primeira imagem, aparentemente apenas ninfas nas folhas.

Acrescento esta imagem de Germisson Teixeira dos Santos, de uma outra espécie da família, não sei a região do registro. Stephanitis sp.(idem).

domingo, 23 de abril de 2017

Cochonilhas Diaspidídeas em São Paulo

Cesar, você pode resolver o enigma abaixo? Também no limoeiro, Rio Claro-SP
Tami Miranda.
Trata-se de mais uma família nova de Hemiptera: Sternorrhyncha, Diaspididae (Coccoidea). Este artigo argentino mostra uma lista de diaspidídeos que podem ser encontrados em Citrus spp., incluindo os Pinnaspis aspidistrae e Unaspis citri, que produzem machos semelhantes.

Na imagem, creio que há machos (secreção branca e mole) e fêmeas (secreção escura e dura) adultas e ninfas (pequenos e clarinhos) como vistos nesta imagem. Fêmeas, como é comum em cochonilhas, fixam-se à planta e lá permanecem por toda a vida. Machos buscam fêmeas, ninfas, novas plantas e folhas.

Libélula Erythrodiplax em São Paulo

Como vai, Cesar? Essa libélula me chamou a atenção pelo design pouco usual, de corpo curto em relação ao porte do tórax. Estava a rodear um Eupatorium sp. florido, provavelmente de tocaia pois a flor atrai uma infinidade de adoradores de nectar, de todas as ordens, famílias, gêneros ...
Fabio Sachs de São Roque, São Paulo.
Para determinar famílias de libélulas, normalmente preciso de uma boa vista dorsal, com a venação das asas nítida. Na minha opinião, esta é uma fêmea de Erythrodiplax sp. (Anisoptera: Libellulidae).

sábado, 22 de abril de 2017

Esperança Desconhecida em São Paulo

Olá novamente! Encontrei este inseto dentro de minha casa em Sorocaba. Procurei no google mas não encontrei a especie. Você pode identifica-lo? Obrigado!
Henrique Ciconello Filho.
Henrique, nós temos um registro da mesma espécie em São Paulo, também fêmea, com a informação do Paulo de que estava enrolada em uma folha. Encontrei agora também o que me parece ser o macho da espécie. Os três exemplares têm asas curtas, talvez seja uma espécie braquíptera mas, pelo tamanho, acredito que seja ninfa de um adulto que não se assemelha muito com elas. Ainda não tenho boa resposta pra esta espécie, apenas a família que deve ser Tettigoniidae.

Ninfa de Esperança em Minas Gerais

Bom dia César,
Gostaria de saber que bicho é esse que apareceu em grande quantidade em uma planta na minha casa.
Joice Caroline de Santa Luzia, Minas Gerais.
Esta é uma ninfa muito bonita de alguma esperança da família Tettigoniidae. Provavelmente nasceram na planta, por isso a grande quantidade, os adultos são o ideal pra uma identificação de espécie, deve ser alguma Phaneropterinae.