sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Abelhas do Uruguai

Oi, estou em busca de abelhas sem ferrão aqui no Uruguay, eu gostaria de criar abelhas sem ferrão e como o clima é bem diferente do clima brasileiro resolvi fazer uma pesquisa para saber quais tipos existem por aqui e por isso estou mandando algumas fotos de abelhas para a identificação.
Assim poderei armar a isca certa para a captura de abelhas.
Muito obrigada.
Rosangela de Artigas, Uruguai. 
     Rosangela, a segunda eu creio que seja Halictidae: Halictinae. Halictídeos têm ferrão, embora dizem que não dói muito e têm comportamentos bem variados, sendo algumas solitárias, não sei se a ideia é a produção de mel, estas não seriam boas pedidas.
     A primeira eu já acredito que seja Apidae, do grupo dos meliponíneos, sem ferrão, pra alguns autores será subfamília Meliponinae, outros tribo Meliponini de Apinae, pra outros ainda Meliponina de Apini. Só que eu prefiro não te dar um palpite de gênero, as chances de errar são grandes.
     Vou ver se alguém pode nos ajudar com abelhas uruguaias.

Besouro Soldado em Minas Gerais

Olá Cesar!
Envio um besourinho minúsculo, deve ter cerca de 0,5 cm, também encontrado em Rio Acima-MG.
Davidson Moreira de Contagem, Minas Gerais.
     Este aqui é elateróideo com certeza e eu acredito que seja uma espécie de Cantharidae, compare com estes exemplares.

Barata em Minas Gerais

Olá Cesar!
Envio uma baratinha, estava nas pedras de uma cachoeira, cerca de 1,5cm. Encontrada em Rio Acima -MG
Davidson Moreira de Contagem, Minas Gerais.
     Davidson, acredito em Blaberidae: Epilamprinae, sem palpite além disso.

Mariposas no Distrito Federal

Oi Cesar, encontrei esses dois bichinhos em casa pela noite, acho que a luz atraiu ambos, fiquei abismada em como os dois são parecidos e ao mesmo tempo tão diferentes. Acabei coletando para minha caixa entomológica pessoal; Sabe me dizer a familia dessas lepidopteras?
Giovanna de Taguatinda, Distrito Federal.
      Giovanna, infelizmente eu não vou conseguir determinar esta segunda. A primeira é uma mariposa-leopardo Hypercompe sp., família Arctiidae nas clsssificações tradicionais, Erebidae: Arctiinae nas mais recentes.

Serra-Pau Dryoctenes em São Paulo

Boa Tarde Cesar! 
Primeiramente gostaria de dizer que esse inseto foi encontrado em uma noite por volta das 19:00 hrs na parede externa da minha residência, e por sinal estavam dois um escalando a parede e outro veio voando e caiu no chão .
No dia seguinte ouvi um ruido estranho na janela do quarto, pro volta do mesmo horário, e notei que outro inseto da mesma espécie caminhava sobre a janela.
Fiz uso de um bom inseticida, e quando o mesmo veio a cair no chão emitiu um som como o de uma pessoa com falta de ar. Gostaria de saber se mais e se pode causar problemas porque tenho um filho pequeno.
Agradeço a atenção
Christopher Tribst de São Paulo, capital.
     Christopher, me desculpa, mas é hora da bronquinha:
     Sim, pode causar problemas, fazer mal para o seu filho pequeno, tanto o uso dos inseticidas em casa como crescer desaprendendo a respeitar as formas de vidas mais frágeis, naturalmente encantadoras para as crianças.
     A espécie eu creio que seja Dryoctenes scrupulosus (Cerambycidae: Lamiinae: Acanthoderini) e ele se intala em árvores como Citrus, figo e paineiras, não posso dizer se irá aparecer mais, mas havendo árvores como estas por perto, é de lá onde devem estar vindo. As larvas são brocas e podem danificar o tronco abrindo galerias internamente.

Mariposa Cara-de-Elefante em Minas Gerais

Olá Cesar, recentemente eu vi uma mariposa idêntica ao desta foto. Fiquei impressionado com a cara de elefante dela. Ela estava em uma parede, e sempre aparece ela no meu bairro. Qual é a espécie, por favor? Abraço,
Marcelo Brito de Juiz de Fora, Minas Gerais.
     Marcelo, pelo seu texto, entendi que você não é o autor da foto e eu não publico imagens assim. As imagens publicadas são as três Langsdorfia sp. (Cossidae), de ES, MG e SP, respectivamente. Nunca nem eu, nem o pessoal que as encontrou, fez esta relação antes, mas não vejo como discordar.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Aranha Marrom em São Paulo

Olá,

Encontrei essa aranha na gaveta do meu armário ao puxar uma peça de roupa, ela rapidamente se escondeu dentro de uma meia.

Como temos emaranhados de teias no forro e vocês já identificaram uma aranha encontrada no mesmo andar de casa , em cima da cama, como sendo uma aranha marrom, tenho que receio que possa se tratar da mesma espécie.

Obs: Caso seja necessário podemos tentar envia-la.
Paulo, de São Paulo. 
     Paulo, esta é sim mais uma aranha-marrom (Sicariidae: Loxosceles), é preciso eliminar estas aranhas de dentro de casa o quanto antes, para espantar com controle natural, estas dicas podem ajudar, mas é preciso acabar com a presença delas no forro.
     Devem ser a mesma espécie pelo fato de serem encontradas no mesmo lugar. É bom determinar a espécie exata, envie aos cuidados do dr. Brescovit no endereço da página de aranhas.
     É nestas condições, nas roupas e calçados onde está o maior perigo, nunca deixe de sacudir as roupas, bater os calçados. Arrisco que aquela é um macho, esta a fêmea.

Besouro Desconhecido em São Paulo

Bom dia César!
Começou a "temporada" de besouros aqui de Altinópolis. Ontem eu achei um bem diferente dos habituais frequentadores da minha casa...rs! Dá para identificar esse indivíduo?
Tami de Altinópolis, São Paulo
      Tami, é chato por não dar uma resposta satisfatória, mas eu gosto quando aparece um bicho que não falo ideia do que seja. Prefiro não ariscar ainda nada além de Coleoptera: Adephaga. Espero conseguir uma resposta em breve, como no besouro do Lucas.
     Qual o tamanho aproximado dele? Se aparecer outro, gostaria de ver as mandíbulas do bicho. Estou marcando como não identificado.

Mariposa Trosia no Rio de Janeiro

Encontrado na varanda de casa. Em frente a varanda ha um gramado e próximo ha uma extensa área de vegetação tipica de mata atlântica.
Roberto de Aguiar Figueiredo de Niterói, Rio de Janeiro.
     Roberto, esta é uma linda mariposa Trosia sp. (Megalopygidae). Pela família, provavelmente as larvas de Trosia queimam um bocado, mas há pouco sobre elas na literatura.

Pupa de Mariposa no Rio de Janeiro

Encontrei ele furando um solo seco
Yago do Rio de Janeiro.
     Yago, esta é a pupa de uma mariposa de grande porte. Estranho que esteja "furando", pois, enquanto pupas, são inertes.
     Posso dar um chutão: nascerá daí uma linda Eacles imperialis (Saturniidae: Ceratocampinae).