sexta-feira, 27 de maio de 2022

Ciclo de Borboleta Júlia em Minas Gerais

Olá grande Cesar, beleza? Segue mais um belo ciclo da linda laranjinha Dryas iulia, que se alimentava de uma Passiflora sp. numa mata fechada.
Marcelo Brito de Juiz de Fora, Minas Gerais.
Este é um dos muito ninfalídeos que possuem uma bela coloração intensa na face dorsal das asas e uma coloração mais neutra na face ventral, podendo se camuflar entre folhas secas. Mas olhando assim, em detalhes, como ela é linda nesta vista lateral, com detalhezinhos delicados pintados nos cantinhos. D. iulia é Nymphalidae: Heliconiinae: Heliconiini.

Lagarta Lophocampa em Tocantins

Olá CésarCrash, por aqui novamente, solicitando seu auxílio na Id desta lagarta. Registro num tronco de árvore numa mata, em Ilha do Bananal-TO. Obrigada!
Zeila Lemos.
Esta é uma Lophocampa sp. (Erebidae: Arctiinae: Arctiini: Phaegopterina), há muita identificação de larvas semelhantes a esta e de adultos como L. annulosa até o sul do Brasil, eu dei este palpite algumas vezes, mas agora estou questionando se esta espécie realmente ocorre por aqui (1, 2).

Esperança-Folha Microcentrum no Rio de Janeiro

Boa tarde César. Hoje encaminho para ID esta esperança que fotografei em Guapimirim no Rio de Janeiro. Obrigado
Carlos Eduardo de S. Carvalho.
Meu palpite é Microcentrum (Tettigoniidae: Phaneropterinae: Microcentrini), macho, mas há outras esperanças bem semelhantes.

Ninfa de Percevejo na Bahia

Boa tarde Cesar! Sou de Barrocas, Bahia, gostaria de uma ajuda para identificar este percevejo que encontrei no banheiro da minha casa, achei que ele tem uma aparência diferente dos que costumam aparecer aqui, infelizmente já o encontrei morto, acredito que pela água empoçada.
Abaixo algumas fotos dele:
Agradeço desde já
Edymar Oliveira.
Se eu estou entendendo o que é cada estrutura do corpo dele, o bicho é fitófago, as asas curtas parecem indicar uma ninfa, mas qual está bem difícil. Pela aparência do abdome, que parece estar meio retorcido, meu melhor palpite é Dysdercus (Pyrrhocoridae), nós temos alguns exemplares onde a cabeça, tórax e apêndices são negros (1, 2).

quinta-feira, 26 de maio de 2022

Gorgulho Lonchophorus no Rio Grande do Sul

Oi cesar tudo bem? achei este inseto ontem, eu moro em Três Coroas-RS, achei bem diferente, poderia identificar pra mim?
Davi Parodes.
É uma pena que a imagem está bem desfocada. Consegui identificar através de um exemplar na Esalq como Loncophorus obliquus (Curculionidae: Curculioninae/Anthonominae: Anthonomini), outras imagens da espécie encontrei em Zidko (2002) e sugerem que este seja um macho. O texto diz que estes insetos "se desenvolvem nas sementes de paineira (Chorisia) e de outras bombacáceas".

Mariposa Dysschema em São Paulo

Olá César, boa noite!
Encontrei este lepidóptero, infelizmente sem vida no quintal de casa, aqui em São Paulo - SP.
Teria como identificá-la, por favor? Espero que as fotos possam ajudar, ela já estava com um aspecto "seco", então não consegui bater fotos melhores. Grato!
Gomes.
As fotos estão muito boas, se quiser deixar  o registro perfeito, seria bacana colocar uma régua perto pra ter noção perfeita do tamanho e tentar erguer as asas maiores pra revelar os padrões do lado dorsal das asas menores. Meu palpite é fêmea de Dysschema marginata (Erebidae: Arctiinae: Arctiini: Pericopina), pode ser espécie próxima.

Mariposa Isia no Ceará

Boa tarde César. Hoje encaminho para ID esta mariposa que fotografei em Potengi no Ceará. Obrigado.
Carlos Eduardo de S. Carvalho.
Esta é uma Isia sp. (Erebidae: Arctiinae: Arctiini: Spilosomina/Ctenuchina), tenho dúvida quanto à espécie, I. alcumena ou I. cornuta.

Opilião Ampheres no Rio de Janeiro

Boa tarde César. Hoje encaminho para ID este Opilião que fotografei em Teresópolis no Rio de Janeiro. Obrigado.
Carlos Eduardo de S. Carvalho.
Identificação da dra. Amanda C. Mendes: "Vou tentar ajudar mas as fotos não estão favorecendo muito. A primeira é de um Caelopyginae, não consigo ver bem as características até pq me parece ser uma fêmea e nessa família (Gonyleptidae) as fêmeas não ajudam muito nas identificações, mas eu chutaria pelo menos o gênero como sendo Ampheres."

quarta-feira, 25 de maio de 2022

Ciclo de Borboleta Nica em Minas Gerais

Olá Cesar, segue o ciclo dessa linda pequenina Nica flavilla, que foi encontrada ainda jovem lagarta (a de cor amarronzada) na folha de Serjania glabrata no interior de uma mata sombreada. Confirma se é ela? Pra ilustrar seu riquíssimo site! Obrigado.
Marcelo Brito de Juiz de Fora, Minas Gerais.
Correto, única espécie do gênero, duas subespécies no Brasil, Nica flavilla flavilla (Nymphalidae: Biblidinae: Epiphilini: Epiphilina), temos um registro seu de 2019.

Lagarta Anomis em Pernambuco

E aí Cesar, tava dando uma organizada nas plantas e acabei achando algumas lagartas dessa detonando minha pequena árvore de hibisco. Consegue saber de que se trata? Abraços!
Recife-PE
Nino Arruda.
Ela tem afinidade com a forma verde da larva de quinto instar de Anomis impasta (Erebidae: Scoliopteryginae: Anomini) vista em Santos et al. (2012), creio que seja esta ou outra espécie do gênero. No caso, ela foi obtida do algodão, que é uma malvácea como o hibisco.