segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Ninfa de Percevejo Predador no Ceará

Olá. Costumo sempre observar os insetos do meu quintal aqui no Ceará e hoje apareceu um bem incomum, pelo menos eu e minha família nunca tínhamos visto um desses.

De início imaginei que fosse uma aranha, mas aí vi que só tinha 3 pares de membros e a cabeça é semelhante a de um bicho-pau. Ele ainda tem antenas longas e um bico por baixo da cabeça que usa para sugar alimento das flores.

Encontrei num pé de erva cidreira; Coletei num potinho e em seguida coloquei flores e folhas da planta e pude observar ele se alimentando. Tentei colocar flores de outras plantas, mas não reagiu como com a da cidreira.

Em algum momento percebi uma pequena teia que ele usou pra mover uma folha mais pesada, mas não tenho certeza, podia ser um pelo solto dentro do pote que se prendeu no inseto.

Gostaria de saber a classificação desse bicho, já to cansado de procurar. O mais próximo esteticamente que achei é Hymenopus coronatus de cor e tamanho semelhante, mas a cabeça e boca é totalmente diferente, acho que não se trata de um louva-deus.

Se puder me responder por e-mail, agradeço.
Bruno Cordeiro.
Bruno, de fato não é um louva-a-deus e a espécie mencionada é asiática, mas existe uma analogia correta aqui, pois os louva-a-deus desta espécie que têm coloração semelhante são as ninfas, os filhotinhos; este inseto é um percevejo, também jovem, que irá mudar bastante de aparência até a fase adulta. Ele me parece algum predador da família Reduviidae, benéfico às plantas. Ele possui claramente alguma substância viscosa nas pernas, que certamente usa para capturar sua presas, assim encontrei uma espécie asiática com esta característica, que coleta resina de árvores em suas pernas e, através dele, os brasileiros Manicures rufipes especializado em abelhas e ninfas de alguma Apiomerus que se alimentam de cupins, mas estes sem imagens. O terceiro gênero que encontrei fazendo isto é Heniartes, este com imagens e acho que apesar de não estarem com as pernas tão embebidas, seja uma boa possibilidade. Todos estes brasileiros são Apiomerini (Harpactorinae).

Se o vir se desenvolver, ou encontrar insetos alados suspeitos de serem os adultos desta espécie, eu gostaria de ver novas imagens. Lembrando que percevejos predadores podem produzir uma picada dolorosa se manuseados incorretamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário