sexta-feira, 31 de maio de 2013

Infestação de Caçadores-de-Lagartas em Pernambuco

olá me chamo camila e gostaria de obter informações sobre esse besouro que esta aparecendo aqui em casa. Faz mais de uma semana que eles apareceram e são muitos, muitos mesmo, a gnt não ta mais aguentando eles; sempre apareceram em quantidade menos mas, agora é demais. Eles fedem e tbm causam um tipo de queimadura em contato com a pele. Sei que eles estão na época de reprodução, mas quanto tempo isso dura? Por que o incomodo ta grande.
Vou mandar umas imagens pra vcs.
Camila Andrade de Santa Maria do Cambucá, Pernambuco.
Camila, em primeiro lugar, me desculpa a demora, a internet em casa é péssima e fiquei sem conexão no feriado. Os besouros são Calosoma sp. (Carabidae: Carabinae: Carabini), provavelmente Calosoma  granulatum e uma infestação destes bichinhos em uma residência é algo totalmente novo pra mim, encontrei esta referência falando sobre uma infestação, mas nada sobre o controle.

Vamos entender a biologia destes besouros para, desta forma, tentar entender o que está acontecendo na sua residência. Estes besouros são considerados animais benéficos, e muito benéficos para a agricultura. Eles são predadores vorazes de lagartas, tanto em fase adulta como em fase larval. Podem se alimentar dos lepidópteros adultos também. E produzem mal cheiro como defesa contra predadores.

Existem plantações perto de casa? Eles consomem muita lagarta, e só viverão onde possam encontrá-las. Inclusive, encontrei fontes falando sobre agricultores introduzindo estes animais em suas plantações para controle biológico de pragas.

Seres Vivos do RN chama estes besouros de caçadores de lagartas (Caterpillar Hunters) e carochas. Insetos do Brasil registra o nome comum tesoureiro no estado do Pernambuco.

Celso Godinho: Olá Cesar,
Esta infestação de besouros Carabidae (mais provavelmente Calosoma retusum), como você bem informou na sua página, se deve, certamente a um desequilíbrio ambiental que está ocorrendo nessa região e como você também verificou, sendo esses besouros predadores, essa explosiva proliferação se deve à uma igualmente descomunal proliferação das larvas dos insetos dos quais esses se alimentam.
No caso, não bastará a simples eliminação dos besouros que forem encontrados, mas cabe verificar onde é que está se dando a praga referente à infestação das larvas das quais eles se alimentam e, se possível, combater a praga, pois assim o equilíbrio ambiental será restabelecido e a população dos besouros voltará aos níveis normais.
Um abraço,
Celso

Cesar: Obrigado, Celso. Bom gente, então é isso. Sei que a situação não é simples, a segunda imagem mostra que o incômodo é grande. Mas é preciso lembrar também que estes besouros são animais benéficos, e que eles estão na verdade reestabelecendo o equilíbrio: Muita lagarta -> Muito besouro; Muito besouro -> Pouca lagarta; Pouca lagarta -> Pouco besouro.

17 comentários:

  1. Valeu pelas informações e respondendo a sua pergunta, Sim , tem plantações perto, eu moro na zona rural então isso é comum, embora nunca ninguém viu tantos besouros assim por aqui. Espero que acabe rápido.
    obrigado.

    ResponderExcluir
  2. estou passando pelo mesmo problema mais ao que parece está acontecendo com boa parte da minha cidade :/

    ResponderExcluir
  3. Com certeza algum desequilíbrio ambiental está acontecendo: falta de predadores naturais... Fartura de alimento (plantações), época de colheita (espantam os animais que usam a plantação como abrigo ou alimento)... Se não for nada sério, logo logo o equilíbrio se reestabelece!

    ResponderExcluir
  4. Elaine Barcellos3 de junho de 2013 00:11

    eu moro basicamente no centro de Lajedo uma pequena cidade de Pernambuco e aqui esta acontecendo a mesma coisa eu não aguento mais esses insetos, eles passam por debaixo da porta, estou colocando veneno eles morrem mas são muitos, logo aparecem mais, só gostaria de saber quando isso vai acabar, ou ate quando isso pode durar?

    ResponderExcluir
  5. Olha, pelo número de besouros e pelo fato de serem predadores vorazes de lagartas, se não houver também uma quantidade absurda de lagartas pra eles, creio que grande parte morrerá de fome. Não tenho infelizmente muito o que dizer sobre o caso, mas está me chamando bastante a atenção, vou buscar ajuda pra tentar entender o que está acontecendo.

    ResponderExcluir
  6. eu moro em lajedo imterior de pernabuco e aqui na cidade toda ta um ploblema com esses bessouros mato eles a toda hora e ai e que aparece mais e um fedor dento de casa so queria saber se oferece perigo a saude obrigado

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Sou da cidade de Delmiro Gouveia, sertão de Alagoas, divisa com os estados da Bahia, Sergipe e Pernambuco.
    Também aqui a população destes besouros esta fora do controle, analisando eles achava que era Besouro Tigre, mas vi que não, eles tem hábitos noturnos e diurnos, são muitos resistentes e estão se proliferando muito rapio. O diferencial é que eles estão em toda área urbana da cidade, e já faz mais de um mês que tenho identificado eles, acredito que eles estão mudando seus hábitos alimentares.

    Uma coisa que esta me preocupando é que na cidade esta acontecendo muitos casos de diarreia na população e penso esta relacionada com o aparecimento destes besouros, já que eles estão em todos os lugares.

    Se algumas das pessoas que postaram comentários, em suas cidades estiverem com surtos de diarreia na população, é bom deixar-nos informados.

    Parabéns pelo espaço, não tinha conhecimento, mas como ambientalista ficarei sendo um assíduo leitor.

    Por favor, quando tiver mais informações sobre esta especie nos deixe informado.

    Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
  8. Haroldo, eu estava contando três cidades em Pernambuco, contando o pedido de identificação, os comentários aqui e os que recebi via e-mail. Agora temos uma cidade em Alagoas. A mídia local tem falado algo? Não encontro nada na internet.
    Não acredito que os casos de diarreia estejam relacionados com os besouros, mas observar o que estes besouros têm comido seria mesmo muito interessante.

    ResponderExcluir
  9. Cesar, valeu por me responder. Bem, na verdade a mídia local não tem falado nada, eu ia iniciar a fala do assunto com uma postagem no Portal Minuto Sertão que participo, e ia incentivar o pessoal a mandar mais informações.

    Acredito que este tipo de praga esta relacionada ao desiquilíbrio ambiental existente no município, onde foi devastada uma grande área ao redor da cidade de mata nativa, mas também vejo que esta especie esta com hábitos bem diferentes de todos os outros de especie similar. Analisei que eles são muito resistentes e estão se proliferando muito rápido. Esta semana passou um caro do controle de zoonoses, lançando um tipo de inseticida para combater o mosquito da Dengue que esta também bem presente no município.
    Em relação a ligação com o surto de diarreia, eu vi que estes insetos estão em todos os lugares e um vizinho me falou que tinha deles em seu armário de comida, então depois ele a outras pessoas da família ficaram com diarreia, acho que tem outro tipo de bactéria hospedada que esta dando o surto. Bem é só uma suposição.

    Espero mais informações.
    Valeu!

    ResponderExcluir
  10. OLA MORRO EM UMA CIDADE CHAMADA GUARABIRA PROXIMO A CAPITAL JOAO PESSOA NO INTERIOR DA PARAIBA E AQUI NA MINHA CIDADE DA INFESTADA DESSE BESOURO,ME FALARAM QUE ELE É VENENOSO É FAZ MAL PRA SAUDE NAO SEI SE É VERDADE MAIS FIQUEI PREOCUPADA PORQUE JA MORDEU MEU FILHO E MEU MARIDO QUERIA SABER SE É VENENOSO OU NAO SE ALGUEM SOUBER ME AJUDEM

    ResponderExcluir
  11. OLA MORRO EM UMA CIDADE CHAMADA GUARABIRA PROXIMO A CAPITAL JOAO PESSOA NO INTERIOR DA PARAIBA E AQUI NA MINHA CIDADE DA INFESTADA DESSE BESOURO,ME FALARAM QUE ELE É VENENOSO É FAZ MAL PRA SAUDE NAO SEI SE É VERDADE MAIS FIQUEI PREOCUPADA PORQUE JA MORDEU MEU FILHO E MEU MARIDO QUERIA SABER SE É VENENOSO OU NAO SE ALGUEM SOUBER ME AJUDEM

    ResponderExcluir
  12. Claudia, eles podem queimar a pele, mas não são venenosos. Sobre a relação deles com surtos de diarreia, é apenas uma suspeita por aqui, mas nada comprovado a respeito.

    ResponderExcluir
  13. BOM DIA CESAR,
    MORO EM ARACI-BAHIA, E AQUI TAMBÉM ESTÁ INFESTADO DESTES BESOUROS. HOJE CHEGUEI AO MEU LIMITE COM ELES E VIM PARA A INTERNET PROCURAR UMA SOLUÇÃO, ONDE ACHEI A TUA PÁGINA. FIQUEI MAIS ALIVIADA COM TUA EXPLICAÇÃO SOBRE ESTES BESOUROS. ESTE CHEIRO ESTÁ INSUPORTÁVEL REALMENTE, E O CASO DE DIARREIAS NA CIDADE É GRANDE, ACHO QUE DEVE TER ALGO A VER COM ESTES INSUPORTÁVEIS BICHINHOS.
    REALMENTE PARA ELES NÃO HÁ DIA NEM NOITE, ESTÃO O TEMPO TODO ENTRANDO NAS CASAS. PARA TERES UMA IDÉIA, A NOITE NA PRAÇA DO CENTRO DA CIDADE FICA MINADO DELES. TEM UMA ESCOLA AQUI AO LADO DE CASA QUE FICOU FECHADA NO FERIADO, TINHAS QUE VER COMO ESTAVA O PÁTIO DESTA ESCOLA, O CHÃO PARECIA UM TAPETE PRETO, PENA QUE NÃO DEU PARA ENTRAR E FOTOGRAFAR. TENHO COMBATIDO ELES AQUI EM CASA COM SBP, MAS QUANTO MAIS COMBATO, PARECE QUE MAIS ELES SE MULTIPLICAM. MEU MEDO É QUE ESTEJAM FAZENDO MAL A SAÚDE DA POPULAÇÃO, POIS, A DIARRÉIA AQUI ESTÁ ASSUSTADORA, A MAIORIA DAS PESSOAS COM QUEM LIDO, COMENTAM DA DIARRÉIA.
    SE DESCOBRIREM ALGO SOBRE O ASSUNTO, QUE POSSA NOS AJUDAR, POR FAVOR POSTE PARA NÓS.
    UM ABRAÇO,
    TEREZINHA DIAS

    ResponderExcluir
  14. Terezinha, sou de Serrinha-Bahia sou seu vizinho, e aqui a coisa tambem ta seria, estamos sendo atacados, não aguento mais esse besouro...fui atacado por um, colidio com meu ouvido fui lavar de imediato, Deus queria que num tenha dado tempo dele me queimar... Alguem tem uma solução, num aguento mais. Socoooorro!

    ResponderExcluir
  15. Gente, com tanto besouro em tanto lugar, se virem do que estes bichos têm se alimentado, seria muito interessante os registros. É muito besouro, em muito lugar e já por muito tempo, eles devem estar acabando com a população local dos outros insetos!

    ResponderExcluir
  16. Bom dia a todos
    Trabalho com ração e rodo muito pela Bahia. A cidade de Ribeira do Pombal está da mesma forma relatada pelo morador de Serrinha. Na praça da cidade é dificil andar sem pisar em um. O fato deve ter alguma relação com o período de estiagem que a região passou. Com o "retorno das chuvas", que nao foi esse retorno todo em alguns lugares, houve uma infestação de lagarta (nao sei qual, nem tenho foto) na zona rural devastando as pastagens que brotavam, o que deve ser a origem da superpopulação dos besouros. Agora não porque houve uma superpopulação de lagarta. Felipe.

    ResponderExcluir