sábado, 18 de novembro de 2017

Percevejos Coreídeos do Rio Grande do Sul

Boa noite Cesar
Registros feitos em:
1, 2 Balneário Pinhal, Praia do Magistério, Rio Grande do Sul
3 Gravataí, Rio Grande do Sul
4 Balneário Pinhal, Praia do Magistério, Rio Grande do Sul
Seriam também Spartocera sp. (Coreidae: Coreinae: Spartocerini)?
Obrigado 
Paulo Renato Huppes de Gravataí, Rio Grande do Sul.
3 e 4 são adulto e ninfa de Spartocera sp., mas 1 e 2 parecem ser macho e fêmea de alguma outra coisa, não encontrei um que combine perfeitamente, mas meu palpite é Piezogaster sp. (Nematopini/Nematopodini). Por algumas características em Dealy (2000), eu diria P. bolivianus, mas o autor disse nunca ter visto a espécie e a distribuição em Coreoidea Species File é só na Bolívia, pode estar incompleta.

Paulo: Boa tarde Cesar

Pesquisei um pouco mais ref esta postagem, vide retorno abaixo.
O que vc acha?

Olá Paulo, não sabia que as pessoas poderiam nos consultar a partir da busca de nossos projetos na biblioteca da UFRGS. Que legal!

Bom, deixa eu ver se entendi, você precisa da identificação das espécies do link abaixo, certo? Ao menos foi o que recebi. A identificação é a seguinte, as duas fotos acima são da mesma espécie: Ouranion serrulatus (Perty, 1830). Você deve ter percebido que o espécime da esquerda tem os fêmures engrossados, isso é uma característica presente em muito coreídeos, o dimorfismo sexual. As duas fotos abaixo são respectivamente: Spartocera fusca (Thunberg, 1783) e uma ninfa de Spartocera sp.

Observei um comentário do site, sobre a distribuição das espécies, não se questione muito quanto a isso, você pode ver que Ouranion aparece como não tendo registros para o Brasil, mas o site sempre está atualizando essas coisas e uma informação ou outra pode estar ausente.

Atenciosamente.
Wanessa da Silva Costa
Análise Cladística de Spartocerini Amyot & Serville, 1843 (Hemiptera, Heteroptera, Coreidae).

Cesar: Excelente, Paulo. Eu tinha "passado" por Ouranion, mas como o número de fotos deste gênero é (era, agora temos um casal!) nula, fico feliz de ter suspeitado de gênero muito aparentado em Nematopodini (Nematopini). Há lá uma ilustração, mas nem as manchas do conexivo tem.

O que ela diz sobre distribuição, creio que seja por causa do que eu disse sobre P. bolivianus. Esta espécie, por ser aparentemente bem desconhecida, é bem provável que só se conheça de lá mesmo, mas eu coloquei a própria anotação de CSF, que pode estar incompleta. Algumas distribuições, a gente sabe que está brutalmente errada, como este, que tem de monte no Insetologia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário