sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Sobre aranhas peçonhentas e não peçonhentas

Olhando para a imagem da postagem acima, a primeira impressão que tive era de que se tratava de uma aranha armadeira, por conta da coloração mais escura e das patas listradas. Mas não vim pra falar sobre ela.
Desculpe minha falta de educação. Nem o cumprimentei. Comecemos de novo.
Olá, Cesar! Tudo bom? Querido amigo conhecedor dos artrópodes, venho mais uma vez recorrer a sua sabedoria. Parece que as aranhas gostam de me fazer visitas, já devo ter visto cerca de 10 espécies diferentes aqui. Mas eu não me queixo, até gosto. Só fico um pouco preocupado em saber se algumas delas me apresentam algum perigo ou não.
Este folgado, porém simpático, ser de oito patas invadiu o meu banheiro e se instalou próximo ao basculante.Ela é tão pequena (pensei até que era uma traça presa a uma teia) que eu só a notei por causa da parte central da teia dela, que chama alguma atenção, ao contrário das teias de sustentação ( ou sei lá como se chamam; não conheço os termos técnicos usados na engenharia de tecer teias).
Imagino que ela não seja perigosa, afinal as aranhas venenosas costumam se garantir mais no veneno do que em teias, certo? Ou será que não é por excesso de confiança, e sim por falta de paciência? Tecer teias deve exigir bastante paciência.
Se o amigo puder identificá-la, eu ficaria muito grato. Assim eu poderia xingá-la de maneira mais apropriada, caso ela me cause problemas. rs
Alef de Magé, Rio de Janeiro.


É interessante discutirmos estes assuntos, Alef e eu posso usar esta postagem futuramente como referência.

Sobre a questão de teia e "veneno", não me parece haver boa relação, ou pelo menos não é bom confiar nela. Armadeiras não são mesmo muito chegadas em teias, mas aranhas-marrom constroem teias  bem irregulares pra se abrigar, porém saem à noite pra caçar. Aranhas-viúvas já tecem suas teias irregulares, e são bem sedentárias nelas. Todas estas têm "veneno" bem ativo em humanos. Aranhas construtoras de teias regulares não são perigosas. Chamamos aranhas de peçonhentas, não venenosas, pois a toxina é injetada, animais venenosos não devem ser ingeridos.

Quanto a esta aranha, trata-se de uma Zosis geniculatus (ou Z. geniculata, alguns tratam Zosis como masculino, outros como feminino) e ela pertence à família Uloboridae, que são tecedeiras cribeladas e que possuem a particularidade de serem as únicas aranhas do Brasil que não possuem glândulas de peçonha, as outras estão distribuídas pela Ásia e Novíssimo Mundo. A maioria das aranhas que dizemos ser inofensivas, o são por que a peçonha não é potente em nós, não por não produzirem.

Quanto àquela aranha, o palpite de que ela é um licosídeo se baseia no arranjo dos olhos, ela possui um par de olhos quase no dorso, o arranjo ocular é uma das melhores formas de se identificar aranhas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário