sábado, 27 de abril de 2013

Sobre os Pedidos de Identificação

     Olá, amiguinhos insetológicos!
     Gente, eu me sinto um pouco inseguro por fazer esta postagem, mas chegou um momento em que a gente precisa conversar. E conversar um pouco sobre números, não sobre insetos ou aranhas.
     No dia 17 eu fiz uma postagem falando sobre o crescimento do Insetologia. Ir de 500 a 1.000 visitas em um mês é algo que eu realmente não podia esperar e eu só tenho que agradecer a todos por isto. Se o crescimento continuar assim, por progressão aritmética teremos 1.500 em mais um mês, por progressão geométrica, 2.000 (ontem foram 1.345).
     A situação agora é a seguinte: Na página do pedido de identificação há um aviso: "Se você não puder visualizar o formulário, provavelmente ele está inativo pelo número de pedidos pendentes. Isto não deverá permanecer por mais de um dia." Isto acontece por que:
     Eu tenho em teoria direito a receber 100MB de arquivos, sempre que chega a este limite eu recebo a mensagem dizendo que o formulário será desabilitado dentro de uma semana (por isto é em teoria, por que recebo 100MB + o que receber em uma semana). Neste caso, isto não é preocupante, se fosse, o formulário estaria desabilitado a tempos, sem volta. Eu posso simplesmente deletar os pedidos antigos, mantendo sempre este número longe de 100.
     O que acontece agora é que, existe um segundo critério para que o formulário seja desabilitado. Um mês atrás, eu achava que isto estaria bem longe de acontecer, mas agora é uma realidade:
      Não importa se eu deletar os pedidos ou não, eu tenho direito a 100MB armazenados e 100 envios em um mês. Embora a mensagem que eu receba não seja clara, (por que só fala em MB), a regras do formulário são, e fatalmente o formulário seria desabilitado na terça se terça já não fosse o mês que vem. Isso quer dizer que este mês a gente pode ficar tranquilo, o formulário não será desabilitado, mas com o aumento de pedidos, se continuar assim, mês que vem o formulário será desabilitado antes do fim do mês.
     Pagar por um serviço Premium, está fora dos meus planos. Com o Insetologia, não ganho mais do que alguns pouquíssimos centavos por clique nas propagandas, que vou receber algum ano, quando juntar U$100,00. E pago R$30,00 por ano pelo domínio.


     Agora vem a parte mais chatinha de falar.
     Na quinta-feira, eu recebi 12 pedidos de identificação e postei 7. Ficaram pendentes 5 mais 2 do dia anterior.
     Na sexta-feira, eu recebi 11 pedidos e postei 11. Ficaram pendentes ainda 7 pedidos.
     Hoje, eu recebi 7, só consegui postar 4 e tenho 10 pendentes. Isto quer dizer que eu comecei a receber mais pedidos do que o que estou conseguindo postar. Além disto, não tenho encontrado tempo pra responder meus e-mails, o que é muito chato

     Isso quer dizer que é preciso colocar agora uma regrinha. A regra por enquanto é simples, eu vou pedir que cada um, envie no máximo apenas um pedido por dia, só isso, como teste.

     No entanto quero dizer que o Insetologia não é meu, gente, é nosso. Isso significa que sejam vocês mesmos os juízes de quando esta regra deve ser quebrada, de quando deve haver uma excessão. Por exemplo:
     "Ai meu, Deus, eu mandei hoje aquela borboleta só por que achei bonitinha e agora me aparece este insetossauro em casa!" Pode mandar gente, "sem grilo".
     Eu percebi ontem, que havia postagens um pouco recentes, cheias de erros de gramática, digitação, concordância, etc., com certeza é consequência disto, de postar rápido sem revisar.
     Os benefícios serão grandes gente, pra todo mundo, vejam bem: É muito melhor ter três postagens por dia, cheias de informação, curiosidades, do que ter dez com duas linhas cada!
     Postar onze pedidos em um dia, significa que o pedido postado hoje, já vai parar na segunda página. Com isto, muita coisa interessante, que muita gente poderia aprender, acaba ficando pra trás, quem viu viu, quem não viu só procurando bem pra encontrar. Um bom exemplo, foi esta donzelinha, muito bacana saber que elas não são libélulas e como diferenciá-las, mas ela chegou e sumiu tão rápido!


     Quero aproveitar esta postagem pra dizer aquilo que já disse pra poucas pessoas, que estou inseguro quanto ao futuro do Insetologia a partir do meio do ano.
     Gente, só pra entenderem a situação, eu trabalho com "pintura eletrostática a pó" desde os quinze anos de idade. Pego ônibus lotado e trânsito complicado, saindo às seis da manhã, muitas vezes com chuva morando em rua de terra. Lá, eu divido o tempo, hora estou descarregando caminhão, hora fazendo orçamentos de pintura, hora estou na frente do computador fazendo recibos e, graças a Deus, sempre há um tempinho, especialmente na parte da manhã, onde do serviço mesmo eu respondo a alguns pedidos. Volto pra casa, o segundo ônibus passa de meia em meia hora, se perdê-lo, é meia hora a menos em casa pra responder os pedidos, contando ainda com uma internet de 512kbps via rádio, que adora me deixar na mão.
     Só que a partir de julho, se tudo der certo, estarei estudando á noite e em um outro emprego. Se eu não tiver algum tempo de dia, á noite é que não vou ter. Mas eu confio que dará tudo certo, tudo já está planejadinho e em breve eu quero dividir isto com vocês direitinho. Vou estar trabalhando mais perto de casa, bem perto da natureza, com pessoas que amo e estou bastante ansioso com isto.
     É fácil perceber que um grande número de todos vocês têm visitado o Insetologia diariamente, vocês não sabem a alegria que é ver um projeto que começou a meio ano atrás, apenas de um pensamento rápido que me ocorreu e decidi botar em prática, hoje já está fazendo às vezes da novela das oito na vida de muita gente.
     Muito obrigado de coração a todos, espero que me entendam e, por favor, usem os comentários desta postagem pra gente discutir melhor sobre isto. Agora é sábado, está escurecendo, mjuito tempo na frente do computador não faz bem a ninguém. Hoje tem punk rock no C.U.P. com minha bandas preferidas e eu já estou atrasado. Vamos lá?
     Um abração de seis, quatro, dez braços a todos! Até mais!

14 comentários:

  1. Antes de mandar um animal eu costumo procurar no blog alguma imagem parecida para facilitar sua vida, mas confesso que ainda me faltam algumas coisas a entender nas espécies. Você teria algumas dicas úteis par anos ajudar? Pois partindo de uma análise já iniciada, facilitaria para você.

    ResponderExcluir
  2. Oi César...É bom saber que o Insetologia cresceu tanto!!!Mas não é tão legal saber que não está dando conta dos pedidos que vc anda recebendo...rs! Eu vou conter minha curiosidade aqui na hora de enviar os bichinhos e fazer como o Heitor Scardua disse...dar uma investigada antes de enviar!! Abraço

    ResponderExcluir
  3. Vamos seguir a dica do Heitor, tentar identificar e extrair o máximo de informação do inseto. Acredito que vai facilitar muito a vida do Cesar.

    ResponderExcluir
  4. Saudações Cesar.
    Concordo plenamente com Heitor, Tami e Leandro.
    Chega um momento da vida da gente que temos que tomar varias decisões, é chegada a hora.
    Mas só tenho agradecer a você e sua pessoa por tamanha presteza nas identificações.
    Que Deus o ilumine.
    Valeu meu amigo,siga em frente, sempre em frente.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Oi galera! Por enquanto, é só isso. Um pedido por dia, eu creio que tudo ficará bem. Eu não quero que parem de enviar os pedidos, pelo contrário, a proposta é avançar cada vez mais no número de espécies registradas.
    Outra coisa, pra pesquisar bem no blog e poderem encontrar o que procuram, o ideal é eu avançar nas páginas do Identifique Você Mesmo, que funcionam de verdade, façam o teste na página Coleoptera.

    ResponderExcluir
  6. Não consegui encontrar a página para identificação de aracnídeos... mas dando uma olhada no Idenfique Você Mesmo, percebi que é realmente bem mais produtivo do que simplesmente enviar os pedidos de identificação..

    ResponderExcluir
  7. Força aí, maninho!!! Eu realmente não sei se eu consigo ajudar em alguma coisa, mas se você souber de algo em que eu possa ajudar estou à disposição!!!! E, se tudo der certo, quem sabe vc não consegue uns períodos vagos na semana para dar conta do Insetologia???? Deus está no controle de tudo!!!

    ResponderExcluir
  8. Heitor, não há página para identificação de aracnídeos, assim como para a maioria dos insetos. Elas são muito importantes, mas eu não tenho conseguido continuar produzindo estas páginas.

    ResponderExcluir
  9. Olá César!

    Faz parte de um projeto crescer que ele seja replanejado... Isso é uma indicação de que é um sucesso! Parabéns!!

    Minha dica para você: que tal pedir um crowdfunding para ajudar a expandir o site? Talvez alguma organização inclusive esteja interessada em patrocinar?

    Acho que vale ao menos pensar no "Premium" se vc pedir alguma contribuição de alguns dos leitores, sendo que deve haver muitos entomólogos que dariam uma pequena e valiosa quantia para ajudar a manter o site.

    Quanto a deletar posts, eu friso que o valor científico das informações aqui publicadas é imenso, e eu pediria para isso não ser feito, se houver outro jeito... E peloamordedeus, faz um backup do blog inteiro no caso de um imprevisto.

    Grande abraço e boa sorte!!

    ResponderExcluir
  10. Cidy, períodos vagos faz justamente parte do plano, hehe! Por isso confio que tudo vai dar certo.

    Eduardo, deletar os pedidos antigos significa deletar lá no serviço que gera os formulários, na verdade eu faço isso algumas vezes todas as semanas, isto não interfere nas postagens aqui. A única coisa que se perde, é se eu precisasse fazer novamente o download das imagens.
    No caso do Backup, eu fiz uma vez, quando deu pau no HTML da página. Não é difícil, o problema é que minha conexão de internet é realmente ruim e, ainda assim é cara por que onde moro é a única opção. Com isso, quanto mais postagens existem no blog, e já são mais de quinhentas, mais difícil fica fazer o download completo da página.

    ResponderExcluir
  11. QOras, que nao seja por isso, Cesar! Vou um dia desses que estiver mais livre fazer um backup tb do seu blog aqui em casa (internet eh boa) e te aviso! Melhor ter mais de uma fonte.

    Vi que vc ganha se a gente clicar nas propagandas! Vou passar a clicar toda vez que entrar, e acho que todos leitores deviam fazer, para ajudar o blog. Custa nada e valoriza seu trabalho.

    Abraco e boa sorte!

    ResponderExcluir
  12. Neste caso, Eduardo, você faria usando um programa? Eu aprendi a fazer no próprio painel do Blogger.

    ResponderExcluir
  13. Eu uma vez baixei um programa para isso, para salvar excelente o blog Science-Fraud.org antes de ele ser tirado do ar pelos desafetos dele!.. Tem mais de um que faz. Funciona!

    Nao lmbro mais qual foi... mas segue um bom link abaixo:

    http://www.infotecblog.com.br/2012/05/conheca-cinco-programas-para-fazer.html#.UYFwn47thoc

    Quando eu fizer, te aviso, e deixo na minha dropbox para qualquer eventualidade.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Beleza, valeu Eduardo!
    Espero que ainda este ano haja melhorias onde eu moro, não é lugar afastado, a vila é que é nova.

    ResponderExcluir