sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Percevejo Hypselonotus em Sergipe

Olá, fui em uma clínica veterinária hj a noite e ví uma porção desses besouros parecendo barbeiros, o que seriam na realidade?
Desculpe a foto de lado ter ficado embaçada, quando fui tentar tirar outra ele voou.
Obrigado!
(...)
Opa Cesar, tava na cabeça de escrever mas acabei esquecendo rrsss.
- Aracaju/SE.

Acabei esbarrando em um App chamado Seek, não sei se vc já o conhece ou já usa, mas parece ser bem bacana, ele identificou como isso mesmo que vc falou + outro nome, (Hypselonotus punctiventris), mas não tem nenhum informação mais detalhada sobre ele.

Gostaria de saber do que ele se alimenta, seu habitat mais comum, se ele pode picar animais e humanos e transmitir o calazar.
Obrigado, um forte abraço!
Rubem Vinicius.
Eu já havia feito um rascunho da postagem quando te respondi nos comentários, o texto aqui era:
Na realidade, são percevejos muito mais comuns que barbeiros e que se alimentam de plantas. A espécie eu creio que seja Hypselonotus fulvus (Coreidae: Coreinae: Hypselonotini).

Não conhecia o aplicativo, a resposta que ele deu mostra muito bem a importância de se saber onde o bicho foi encontrado, L. punctiventris é espécie bem semelhante, distribuída nas Américas do Norte e Central, eles têm pernas listradas, mas se me dissesse que foi no México ou na Flórida, teria sido meu melhor palpite.

Calazar é doença transmitida por mosquitos-palha. Este inseto pode picar humanos ou outros animais, da mesma forma que, se nós dois nos desentendermos, podemos morder um ao outro, isto é, para se defender pode, mas não é muito normal acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário