sábado, 4 de janeiro de 2020

Queimadura provocada por Besouro Taeniotes?!

Boa noite, Cesar. Há 5 dias meu enteado estava na praia da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, e pisou nesse besouro (?); seguem as fotos da lesão e do inseto. Hoje, 3/1, ele foi ao Hospital e na ala de Queimados, o médico retirou as bolhas, colocou uma pomada para queimaduras e enfaixou.

Estamos apreensivos, porque não sabemos nada sobre ele, se tem alguma toxina, veneno, essas coisas. O estrago no pé dele foi muito grande; ele precisou ser levado para o hospital tal a intensidade da dor e da queimadura. Hoje, com a retirada das bolhas, a pele está em carne viva (queimadura de 2º grau), e ele tem um quadro alérgico bem expressivo. A princípio, eu achei que era o corpo dele tentando expulsar qualquer corpo estranho; "ainda não acredito que esse inseto desse tamanho tenha causado tanto estrago"!!
Patrícia.
Patrícia, quando você diz "ainda não acredito que esse inseto desse tamanho tenha causado tanto estrago" eu faço das suas as minhas palavras. O bicho é um serra-pau Taeniotes sp. (Cerambycidae: Lamiinae: Monochamini), o Diego que grava muitos vídeos de insetos tem vídeo de um sendo manuseado. Claro que o fato de ser manuseado não anula a possibilidade de ele possuir substâncias cáusticas que queimam a pele ao ser esmagado, como ocorre com alguns outros besouros, mas eu desconheço isso em Cerambycidae e não encontro isso mesmo na literatura específica, como Sama (2006) ou Martins & Santos-Silva (2012), estes últimos discursam sobre eles em mais de vinte páginas .

Se foi na praia mesmo, na areia, eu pergunto se não há a possibilidade do causador ser alguma criatura marinha, pois isso já é bem comum. Não encontrei imagens da lesão (vide discussão nos comentários).

Nenhum comentário:

Postar um comentário