sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Besouro Limexilídeo em São Paulo

Foi encontrado dentro de uma residência. Enviado a pedido de um colega.
Cayo Môra de Caraguatatuba, São Paulo.
      Cayo, este não parece, mas é um besouro Atractocerus cf. brasiliensis (Atractocerinae: Atractocerini) da família Lymexylidae. Estes besouros normalmente vivem na madeira (Lyme = ruína + Xylon = Madeira) e, apesar das informações sobre as plantas hospedeiras e sobre serem broqueadores, tenho aqui também informações de que eles aproceitam galerias feitas por outros insetos e estes seriam associados a cupinzeiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário