domingo, 10 de junho de 2018

Besouros Tenebrionídeos de São Paulo

Bom dia, Cesar. Tenho uma série de besouros tenebrionídeos fotografados, e muitos deles parecem do gênero Strongylium. Você pode confirmar o gênero / espécie de algum deles?

Vários lugares de São Paulo.
Lucas Rubio.

É uma galeria de tenebrionídeos muito bonita. Entendendo a todos como palpites, espécies próximas ou semelhantes, eu diria 1 - S. humerale (Stenochiinae: Stenochiini); 2 e 3 parecem a mesma espécie, difícil entender por que três tem um colêmbolo no lugar da cabeça, S. luteicorne; 4 - S. limbatum (visto em Godinho Jr., 2011, p. 339); então temos 5 - 8 o que podem ser Strongylium spp. menos distintas.

O último, não encontrei a identificação, mas vou comentar uma característica que observo nele, que são as tíbias traseiras encurvadas e com esporões. Eu encontrei esta característica em um único tenebrionídeo, na última literatura citada, que é Camaria cyanea (Cnodalonini), característica que não vejo em outros exemplares do gênero, talvez seja dimorfismo sexual. Já citei também um tenebrionídeo que tem um nome científico como "em forma de Camaria (Morphocamaria) com espinhos curtos (Brevispinosa) ". Ele deve estar relacionado com estes gêneros, Camaria tem muitas espécies no Brasil e Cnodalonini tem muitos gêneros sem imagens pra comparação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário