segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Ciclo de Vaga-Lume Aspisoma no Espírito Santo

Cesar, dá pra fazer um postão gigante com um pouco da vida do Aspisoma lineatum (Lampyridae: Lampyrinae: Photinini)? É um trabalho de semanas de observação, que começou em 2013, que foi quando tive meu primeiro contato com A. lineatum, quando encontrei uma larva madura empupando e coloquei num pote, e registrei a larva, a pupa e o adulto. No dia em que o adulto emergiu, eu estava muito mal de saúde e fiz umas fotos sem muito animo dele saindo da exúvia. Mais tarde, me arrependi tanto de não ter me dedicado a fotos melhores, e desejei muito ter nova oportunidade. Eis que, 4 anos depois, os A. lineatum estão de volta no quintal, e em grande número, e pude fazer trocentos registros deles, até o acasalamento. Aqui estão fases do A. lineatum, exceto ovos, com fotos de vários indivíduos diferentes, voce escolhe as que quer postar.

Ventral e a coloração que os adultos têm assim que emergem. Parecem fêmeas, eram bem grandes.

Adulto que emergiu em 2013. A larva tinha empupado fixada num ramo, ela tem um tipo de líquido branco que sai na extremidade do abdome, mas se desprendeu. Do dia em que a larva empupou até o dia em que o adulto emergiu, foram um pouco mais de duas semanas. Mas recentemente um adulto emergiu em 5 dias.


Descobri que as larvas têm, no final do abdome, uma estrutura que parece uma fina ventosa, que auxilia na locomoção.

Eu peguei três delas e coloquei num pote, deixei de um dia para o outro, para ver se iriam comer da folha em que eu as encontrei, mas nem mordiscaram, ai soltei elas de volta no mesmo local. Sim, tem pequenos caracóis aqui, mas não faço ideia de como elas chegam até eles.


Os adultos são encontrados em varias plantas diferentes, sempre descaçando. Tbm não descobri o que comem.

Parece que a diferença mais acentuada entre o macho e a fêmea é apenas no tamanho.





Larva em pré-pupa e pupa. Quando vai trocar de insta, a larva fica com essa mesma aparência, a cabeça some.


Adulto e larva juntos. Olha o tamanho dessa larva!




Como a pupa fica fixada na Natureza.





Cesar: Muitos vaga-lumes adultos simplesmente não se alimentam.

Kel: Cesar, descobri duas larvas comendo. Onde elas ficam tem um pequeno cemitério de conchas desses caracóis pequenos de jardim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário