sábado, 28 de outubro de 2017

Artrópodes em Composteira em Minas Gerais

Boa tarde Cesar!!
Sou de Betim, Minas Gerais. Ontem, ao analisar uma composteira, notei a presença de duas espécies diferentes, as quais fotografei com o auxilio de uma lupa pois são bem pequenas. Um deles, tem forma circular me parece ser um ácaro, e o outro, de forma mais alongada é bem rápido e salta bastante. Ambas as espécies são bem abundantes na composteira, gostaria de saber se eles são ou não benéficos ao processo da compostagem e/ou as minhocas. E também ajuda na identificação dos mesmos. 
Desde já obrigada!
Abraços.
Fran.
Fran, em ambos eu vou até a ordem, o ácaro é Oribatida (Arachnida: Acari: Acariformes) e os demais são colêmbolos Entomobryomoprha (Collembola).

Os ácaros ajudam na decomposição, mas em postagem anterior eu havia levantado a informação de que podem significar muita umidade e acidez e podem ser, de certa forma prejudicial às minhocas por competir por alimento. Podem ser considerados também um incômodo. Red Worming Composting diz que uma composteira não é feita só de minhocas, mas de todo um ecossistema e considera importante "desenvolver certo nível de respeito por todas as criaturas presentes na composteira" Gardening Kno How diz que são mais traídos por frutas, se quiser removê-los pode ser útil adicionar um pedaço de melão, que talvez possa ser removido cheio de ácaros em alguns dias.

Praticamente o mesmo deve valer para os colêmbolos, RWC acredita que eles devem inclusive se alimentar melhor de partes que as minhocas negligenciam. Nick Wolf diz que são benéficos e que seu número deve ser reduzido com a redução da umidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário