sábado, 23 de setembro de 2017

Mariposas do Espírito Santo

Olá César! Poderia ajudar na ID dessas mariposas??

Fotos feitas em Linhares (ES) no dia 08/07/2017

Como todas estavam próximas a mesma luz naquele dia, resolvi postá-las juntas... (Se vc achar melhor pode separá-las em outras publicações, por família tlvz...) Desculpe se não podia fzr isso...
Gabriel Bonfa.

Gabriel, mariposas são o grupo que mais fornece espécies para o nosso marcador de não identificados. Isto se dá em parte pela megadiversidade do grupo, mas em parte também pelo nosso nível de exigência, pois com outros grupos nós nos contentamos com uma identificação na ordem ou família. Mariposas pequenas e pouco coloridas são de difícil identificação, muitas vezes não há de fato imagens das espécies disponíveis para comparação. Estas já são mariposas propensas a não terem identificação satisfatória, o que acontece recebendo muitas de uma vez, é que eu não posso  me dedicar e aprofundar tanto não identificação como faria com um indivíduo.

A primeira é alguma Erebidae: Arctiinae, creio que Pericopini/Pericopina

A segunda deve ser Geometridae: Ennominae: BoarmiiniPhysocleora é gênero semelhante, mas há outras possibilidades.

A terceira é Crambidae: Spilomelinae, grupo que muitas postagens aqui ainda estão como tribo Spilomelini de Pyraustinae. Pleuroptya produz indivíduos bem semelhantes, mas parece que o gênero é predominantemente do Velho Mundo e a única espécie que encontro para o Brasil, praticamente não tem marcas. A quarta pertence ao mesmo grupo, tive a impressão de que era espécie mais comum, mas não encontrei.

A quinta é semelhante à da Lúcia, eu estava certo que já tinha conseguido algo bem seguro, e achava que em outro grupo, mas se foi não atualizei. Está como Erebidae: Arctiinae: Lithosiini, próximo de Clemensia (Cisthenina).

As restantes, por enquanto, não tenho palpite.

Nenhum comentário:

Postar um comentário