terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Mariposa e Cigarrinha em Minas Gerais

Ave, César.
Mais uma mariposa extravagante em Tiradentes, observada à noite e de tamanho razoável, algo além dos 5cm, eu diria. Infelizmente não consegui imagem com asas abertas. A propósito, existe uma forma elegante de convencê-las a se exibir em display completo?
Saudações mineiras.
Cesar Barreto de Tiradentes, Minas Gerais. 
Ave, xará. Infelizmente, eu não consegui identificar esta mariposa. Mas tem certeza que ela tinha todo este tamanho?! É que a cigarrinha Phenax variegata (Fulgoridae), que saiu junto na foto, costuma ter seus cinco centímetros da cabeça às pontas das asas, e ela aparenta ser bem menor, talvez seja o ângulo da fotografia. A mariposa é mais difícil, se fosse a cigarrinha, elas abrem as asas quando se sentem ameaçadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário